2 de ago de 2014

Ninguém vai entender

Ninguém nunca vai me entender
A frieza que cabe dentro de mim 
Ninguém nunca vai entender por quantas vezes chorei sozinha
Ninguém nunca vai entender 
por tantas vezes prefiro me perder em livros e escrever
Ninguém vai entender o silêncio do meu silêncio
Ninguém nunca vai entender a dor de saber que foi abandonada pelo Pai
Ninguém nunca vai saber o quanto doí saber que alguém ia te deixar pra lá
Ninguém nunca vai entender por que não gosto de falar sobre esse assunto 
A ferida que parece está cicatrizada nunca vai está
Um dia sei que terei que colocar tudo a limpo a falar e falar 
Ninguém nunca vai entender a dor que carrego,a solidão que nada pode tirar
Ninguém nunca irá entender, porque pra entender precisa viver e sentir o que 
eu sinto.
Ninguém vai entender porque ainda consigo sorrir
Então eu diria que o passado já vivi, pessoas me machucaram 
Mas eu não posso ficar cutucando as feriadas pelo contrario preciso 
Curá-las sendo e mostrando que só melhor que sei me defender de mim mesma

Nenhum comentário: